Roman Dolidze quer lutar contra Khamzat Chimaev

Dolidze quer enfrentar Chimaev no ringue, porém, o futuro adversário terá que voltar aos 185 quilos, dos meio-médios aos médios. A decisão veio após um nocaute técnico sobre Hermansson em Orlando no último sábado.

Na coletiva que se seguiu, Dolidze contou porque a luta com Chimaev seria uma boa ajuda na carreira dos dois lutadores. No entanto, o adversário precisa parar de ficar na barra de 170 libras e entrar em 185. Nesse caso, você precisa de um adversário de classificação para avançar, isso permitirá que você suba no ranking e entre no top 10. Naturalmente, Dolidze quer lutar contra os melhores, que Chimaeva lista como um.

Dolidze observa que respeita muito Chimaev como pessoa e atleta. Ele faz esse desafio de lutar com os melhores, ele mesmo está entre os melhores, a classe do adversário também atende a esse critério. Isso também se encaixa no desejo do atleta de se tornar o principal do UFC. Isso invariavelmente exige títulos, bons encontros no octógono. Da mesma forma, reflete a ideia que o lutador tem do esporte, pois não é exagero dizer que aqui os lutadores lutam entre si em função do nome. Todo mundo quer crescer, e para isso você precisa de reuniões estelares no ringue.

Barra de 170

Assim foi com a proposta de lutar contra Hermansson. Dolidze foi oferecido a um jogador do TOP-10 (8º lugar), ele não pensou por muito tempo, avaliou e analisou: “Estou pronto, diga-me, ele está pronto”?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *